O novo agregador do marketing arrow MARKETING arrow Lisboa eleita “Melhor Destino Europeu 2010”
Lisboa eleita “Melhor Destino Europeu 2010” Imprimir e-mail
24-Mar-2010
lisboa_generico.jpg
Lisboa acaba de ser eleita o “Melhor Destino Europeu 2010 – A Escolha dos Consumidores”, com base nos resultados da votação numa lista de dez cidades proposta pela Associação dos Consumidores Europeus, uma entidade independente com sede em Bruxelas.

De acordo com o Turismo de Lisboa, a capital portuguesa conseguiu uma “vitória folgada”, deixando para trás congéneres rivais como Barcelona, Londres, Copenhaga, Bilbau, Lyon, Amesterdão, Berlim, Praga ou Helsínquia, que faziam parte da pré-selecção efectuada por personalidades que integraram o júri da associação.

O prémio inclui a disponibilização de uma página para a promoção de Lisboa no site desta entidade – www.europeanconsumerschoice.org –, a divulgação do resultado da votação efectuada online junto dos diferentes media europeus e ainda a utilização do logótipo “Escolha do Consumidor Europeu”, durante um ano, em toda a comunicação do Turismo de Lisboa, conta o organismo em comunicado.

Os critérios considerados para esta eleição – que decorreu entre Dezembro de 2009 e Janeiro de 2010 e foi efectuada pela primeira vez ao nível das cidades – incidiram na qualidade de vida e das infra-estruturas, assim como na oferta cultural e turística de Lisboa.

Para a Associação dos Consumidores Europeus, citada no mesmo comunicado, a eleição reflecte “uma cidade que soube preservar toda a sua alma e oferecer uma porta de entrada ao Turismo, sem esquecer as suas riquezas sociais e culturais”.

Esta entidade distingue todos os anos 25 categorias de produtos escolhidos por um júri e consumidores europeus, tendo em conta a sua concepção estética, uso prático e grau de inovação. As empresas vencedoras ganham o direito de poder utilizar, durante um ano, o logótipo “Escolha do Consumidor Europeu” nos seus produtos e meios de comunicação.  

Fonte: LPM
 

Artigos Relacionados


Edição Brief
Briefing nº 17
Considerações Legais             ©2017 briefing            Ficha Técnica